Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amorosamente

Meros pensamentos dramatizados em verso e em prosa

Amorosamente

Meros pensamentos dramatizados em verso e em prosa

Há erros bonitos.

18.05.20 | H. Alegria | notas (1)
Nunca tive tantas perguntas como agora. Jurei que nunca te escreveria uma única palavra, mas há muito que se diz que quem mais jura mais mente. Quem sou eu para ir contra essa gente? Por isso, aqui estou. Despida de silêncios e numa (...)

Porquê correu tão mal?

28.01.20 | H. Alegria | opinar
Houve palavras que ficaram por dizer. Ou será que não? Dou por mim a contar cada estrela no céu, como fizemos naquele serão. De jeito atrapalhado deixei tudo sem jeito. Sem saber o que fazer estraguei tudo antes sequer do sol nascer. É (...)

Chateia-me o quanto te quero.

01.10.19 | H. Alegria | opinar
Chateias-me a alma. Sim, tu! Chateias-me a alma. Tu e esse teu aroma que percorre cada rua de Lisboa mas não te encontro em nenhuma delas. És a sombra que mais vejo mas não acho. Percorro multidões e por mais que te veja não te (...)

A coreografia de te ter no pensamento.

02.09.19 | H. Alegria | opinar
Pensar em ti dá-me vontade de arco-íris. Querer uma tela do tamanho desta grande sala de jantar. Uma tela por pintar, que eu preencherei das cores mais bonitas que este coração há de pulsar... Pensar em ti dá-me vontade de mar. Amar e (...)