Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amorosamente

Meros pensamentos dramatizados em verso e em prosa

Amorosamente

Meros pensamentos dramatizados em verso e em prosa

There's a she.

04.11.21 | H. Alegria | opinar
There's a she, there's a she and I couldn't see. How could I be so blind to not see her there? Always in the same window and I, oblivous, did not see. I don't understand how we got here, how I got into this mess, how you allowed it to go that far. (...)

Só sei escrever sobre amor.

01.09.21 | H. Alegria | opinar
Só sei escrever sobre amor. Sobre as cartas que escrevi e sobre as que não escrevi. Sobre o que amei e o que não amei. Sobre tudo o que poderia ter amado. Sobre tudo o que ainda hei de amar... De facto amei pouco. Olho para o passado, para (...)

Banco de jardim.

28.05.21 | H. Alegria | opinar
Está tudo bem e está tudo mal. A vida é uma confusão, e o destino que ela segue uma questão que me atormenta. E está tudo bem... Mas também está tudo mal. É nesse mal que eu volto ao mesmo banco de jardim que outrora me acolheu, (...)

Lembrei-me de ti.

17.05.21 | H. Alegria | opinar
  Lembrei-me de ti. Lembrei-me de nós. Lembrei-me daquele sentimento, outrora tão puro... Lembrei-me de como te esqueci, e do quanto o fervor deste amor pintava isso de impossível... Esquecer-te. Realmente, a vida tem qualquer coisa de (...)

Talvez amar seja isto.

06.03.21 | H. Alegria | notas (5)
Há alturas em que nada faz o coração bater mais rápido. Deixa-mo-lo sossegado, como se numa gaveta estivesse arrumado, entregue à sua sorte a ganhar pó... E tudo bem. Mas por vezes abre-se a gaveta, e de lá transborda toda uma nostalgia. (...)

When it rains.

02.10.20 | H. Alegria | notas (2)
Mom says "have you written anything about it?". I didn't. Sometimes I don't. Seems easier to do so when it rains. And sometimes it doesn't rains in those specific days we thought it would. Actually, it's so much easier to write all down when (...)

Disco riscado.

29.09.20 | H. Alegria | opinar
Num milhão de músicas que ouvi em repetição como um disco riscado, nenhuma me diz nada. Por norma, os discos riscados têm o dom de se apoderar das minhas palavras. Releio os meus textos onde nada faz sentido, releio os textos ao tom do (...)

Lua nova.

13.08.20 | H. Alegria | opinar
Já lá vai o tempo em que fomos felizes. Tempos em que as palavras se estendiam como as profundezas do mar, em horas quietas em que só paira o luar. E eu pergunto-me o que foi feito de nós? Onde estão as fases que levaram a nossa beleza a (...)