Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Amorosamente

Meros pensamentos dramatizados em verso e em prosa

Amorosamente

Meros pensamentos dramatizados em verso e em prosa

Sab | 06.03.21

Talvez amar seja isto.

H. Alegria

Há alturas em que nada faz o coração bater mais rápido. Deixa-mo-lo sossegado, como se numa gaveta estivesse arrumado, entregue à sua sorte a ganhar pó... E tudo bem.

Mas por vezes abre-se a gaveta, e de lá transborda toda uma nostalgia.

Hoje vi uma foto tua. Ao acaso, sem motivo, porque sim apenas... Ainda levaria uma bala por ti, disse para com os meus botões, tendo certeza de que há expressões que só fazem sentido no idioma que foram popularizadas.

Nós éramos expressões em diferentes idiomas. Nós éramos, na nossa essência, idiomas diferentes. Fosse isso por não ser o momento certo, fosse isso simplesmente por ser apenas aquilo que é.

E o tempo, como tempo que é, passou por nós, levando-nos às nossas vidas... Um coração desacelerou, e o outro seguiu o seu caminho, repercutindo-se para outras marchas... 

O amor tem destas coisas. Esvanece, mas, na verdade, nunca desaparece.

Eu calhei olhar para a tua fotografia, mas é um mal geral. Ou um bem... Eu só te quero bem, quis e sempre quererei.

No entanto, no meio de todas as palavras apaixonadas que alguma vez declarei, sempre reforcei que, de amor, nada sei. Mas são estes momentos em que uma foto sai do baú, e me deparo com esta vontade cujo nome me falta, e penso que amei. Oh, se amei...

Transborda em mim um afeto que não sei definir. Não se tratam de palavras apaixonadas, há muito que deixou de ser isso. Tratasse dum querer bem infindável, um afeto além fronteiras e horizontes, um já lá vai o tempo em que o meu coração acelerava, mas estenderia-te a mão sem qualquer hesitação.

E talvez amar seja isto. Leve-nos o tempo para onde ele bem entender, faça a vida de nós aquilo que lhe apetecer, independentemente das marchas em que os nossos corações se fazem audíveis... Há coisas que o amor traz, mas não leva quando vai embora... E o sempre querer bem é a maior, e mais bonita, delas.

opinar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.